0

Os arrogantes

AuthorAutor: Valton Miranda    CategoryMarcadores: , ,

A arrogância é mecanismo mental que se combina com diversos tipos de personalidade na sociedade e na cultura. Não se trata de fenômeno episódico, mas de persistência histórica grupal e individual que através dos tempos manifesta-se em grupos e pessoas de modo escancarado ou sutil. O rei francês Luis XIV expressou essa condição psicopatológica quando disse: “l’État c’est moi” (o Estado sou eu). Mito ou verdade a frase atribuída ao Rei Sol não deixa dúvida de que a política combina frequentemente o sentimento paranóico persecutório com a exaltação narcísica da personalidade.

Tal organização de caráter é estruturalmente rígida, sendo encontrada em qualquer ramo da sociedade humana. A estrutura modelar dessa caracterologia na qual pode ser colocado o chanceller alemão Bismark não se restringe ao mundo político. Sófocles no drama clássico grego Édipo Rei mostra como a arrogância do príncipe o leva inexoravelmente para a tragédia ao ignorar todos os avisos do sábio adivinho Tirésias. Freud descobriu na tragédia grega o complexo de Édipo, enquanto Bion compreendeu que a arrogância do príncipe tebano era tão importante quanto o triângulo amoroso impulsionando-o ao fim trágico. W. Bion usando palavras comuns mostra como essa estrutura narcísico-paranóica do caráter mesmo em indivíduos extremamente bem dotados intelectualmente faz nascer o que chama de estupidez para certas verdades fundamentais.

No seu famoso trabalho Sobre a Arrogância diz que a forte compulsão ilusório-imaginativa de pessoas e grupos nessa condição narcisista dificulta a captação da realidade como acontece frequentemente com indivíduos integrados em qualquer forma de Poder. Isso vale para o médico com o bisturi na mão, o juiz colocado entre o justo, o injusto e o legal e o político que deseja prestígio e fama. As leis, a tradição ou a personalidade carismática de um líder podem se combinar ao prestígio de uma nação para o bem ou para o mal. O prestígio da Suíça, por exemplo, nunca foi orientado para a arrogância destrutiva como na Alemanha de Hitler. Portanto, a arrogância combinada com o carisma numa personalidade pode desencadear uma afirmação do tipo feita pelo Rei Sol.

A idéia de estar acima do bem e do mal e de se confundir com o Estado ou organização sociopolítica é usualmente problema grave em qualquer instância da práxis política. O núcleo dessa questão do ângulo psicanalítico é que os grupos humanos estão sempre em busca de um líder carismático messiânico, portanto facilmente confundindo arrogância com brilho intelectual, densidade de saber com conhecimento operatório. O mercado capitalista contemporâneo necessita para a sua expansão que o narcisismo individual e grupal seja estimulado, elevando ao máximo a arrogância individualista que permite à publicidade maior penetração na mentalidade descomprometida em relação à comunidade.

Recente artigo sobre as faculdades de administração norte-americanas mostra como o caráter narcisista é estimulado nos alunos para que desenvolvam ao máximo seu potencial de “levar vantagem em tudo”. O mundo corporativo empresarial nessa perspectiva se transforma na manifestação mais pura daquilo que Habermas chamou de racionalidade tecnológica. A revista científica Academy of Management ... revela num artigo de vários autores através de análise histórica com estudantes universitários norte-americanos que o grau de narcisismo atingido pelos acadêmicos supera o de indivíduos de outros países e já se aproxima daquele encontrado em amostras de estrelas de cinema e celebridades. A cifra alta vem crescendo e aumentando entre estudantes de administração de empresas.

Assim com a ajuda da linguagem midiática a mentira soa como verdade, enquanto a mais brutal arrogância parece sabedoria. O juiz Baltazar Garson foi destituído recentemente de seu posto pela Suprema Corte Espanhola por ter solicitado revisão dos crimes da ditadura franco-nazista, caracterizando a fundamental relação entre política, narcisismo e arrogância.

Postar comentário

• Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

• Todo e qualquer tipo de comentário contendo ataques pessoais, expressões chulas e/ou ofensivas será sumariamente DELETADO.

• Os comentários aqui exibidos não necessariamente refletem as opiniões do Blog.