0

Coluna Resistência: Os manipuladores

AuthorAutor: Valton Miranda    CategoryMarcadores: , ,

O nazismo começou como defesa intransigente da ética e Hitler era o paradigma da anticorrupção. Os golpismos no Brasil sempre foram precedidos por algum tipo de marcha da família e da tradição. A vassoura de Janio Quadros e os marajás de Fernando Collor deram no que todo mundo sabe. Portanto, é bom lembrar que a corrupção tem dois braços principais: um no mercado e outro na política. Tais braços muitas vezes são manejados pela elite dominante através de habilidosa cobertura midiática. O pequeno burguês é sempre ávido por esse tipo de “ética” que atua como esconderijo do seu desejo escondido de levar vantagem em tudo. Não se pode ser a favor de corruptos mas é preciso saber quem manipula tais movimentos e palavras.

Postar comentário

• Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

• Todo e qualquer tipo de comentário contendo ataques pessoais, expressões chulas e/ou ofensivas será sumariamente DELETADO.

• Os comentários aqui exibidos não necessariamente refletem as opiniões do Blog.