Coluna Resistência: O imbróglio político cearense

AuthorAutor: Valton Miranda    CategoryMarcadores: ,

A questão das eleições municipais deste ano vem provocando desde já um processo de articulações, pré-lançamentos de candidaturas, entendimentos e desentendimentos partidários que tem por foco Fortaleza mas na verdade envolve a vida política cearense. Os holofotes midiáticos dirigidos principalmente para a prefeita de Fortaleza Luizianne Lins e o governador do Ceará Cid Gomes nada revelam sobre a extensão do debate político em curso. É notória a intenção dos principais partidos em aproveitar as fragilidades tanto das correntes representadas pelo governador quanto pela prefeita, principalmente da oposição, para se credenciarem nesse momento confuso. A política é o espaço privilegiado da paixão e do mito sendo a Razão uma entidade que se apresenta para evitar falsificações grosseiras e mesmo mentiras prejudiciais. O fato é que no tabuleiro do xadrez político as peças brancas e pretas já tomam posição. A escaramuça mais importante envolvendo o conjunto da luta política já se prenuncia na cidade de Fortaleza. O PSB cearense certamente não saiu ileso na luta travada entre os liderados de Cid e os ligados aos irmãos Sérgio e Eliane Novais. A manutenção da aliança com o PT é um jogo a parte pois ambos os partidos precisam resolver problemas internos de importância crucial. O fato de concomitantemente à vida partidária estarem no comando respectivamente do governo do Estado e do Município agrava ainda mais a turbulência da disputa. Certamente que a prefeitura de Fortaleza não é exemplar em termos administrativos mas a governança estadual tampouco pode ser classificada no plano da excelência. Decorre disso que nem o município é um caos como se pretende propalar nem o Estado se encontra no paraíso governamental. Os pré-candidatos até agora apresentados são pessoas reconhecidamente dignas em seus partidos e campos de atuação. Isso só não basta, pois o PDT de Ferrer não pode resolver o problema do governo municipal com o emblema da eticidade transcendental. Por outro lado, o candidato de oposição do PSDB Marcos Cals certamente não fará bom governo em Fortaleza simplesmente com o voto da burguesia da Aldeota. A candidatura de Inácio Arruda do PCdoB está muito bem posicionada mas não tem a simpatia da grande maioria do movimento sindical. O candidato do PSol Renato Roseno certamente se apresenta para disputar mas sofre da fragilidade de não contar com alianças significativas. Por outro lado, dentro do PT candidatos importantes como Arthur Bruno, Acrisio Sena e Camilo Santana precisam passar pelo filtro partidário tanto quanto Helmano Freitas, preferido de Luizianne, no congresso eleitoral do PT. Isso tudo certamente não será feito com previas pois significaria a implosão do processo político passando da luta interna às intrigas na disputa pessoal. O fato é que dentro desse contexto a Razão acabará apontando noutra direção para resolver o problema petista, ou seja, José Pimentel (não há como negar a credibilidade política e administrativa de Pimentel tanto quanto sua densidade eleitoral demonstrada na última eleição para o Senado). Tal caminho talvez concilie o interesse do PT nacional em não desfazer a aliança entre PT e PSB no Ceará. Naturalmente, tal caminho poderá ser a continuidade governamental no município de Fortaleza sem o continuísmo de alguns setores petistas. Neste momento o que menos interessa ao processo político é a retórica altissonante pois isso não facilita o desenvolvimento do juízo sereno da realidade.



P.S.: A candidatura Roberto Cláudio presidente da Assembléia Legislativa, certamente candidato de peso, não vingará caso a aliança PT-PSB seja mantida.

1 comentário em “Coluna Resistência: O imbróglio político cearense”

  • Anônimo   20 de maio de 2012 11:04

    Sou educadora e gostei muito das colocaões pertinentes, suaves mas verdadeiras.Há um impasse e nós sugerimos que o estrelismo, a vaidade sejam postos à parte.Queremos um prefeito capaz,honesto,inteligente,sensível à causa.Para isso temos de ter candidatos com o perfil gestor publico.Queremos votar no melhor para nosso povvo, principalmente o povomenos favorecido.

Postar comentário

• Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

• Todo e qualquer tipo de comentário contendo ataques pessoais, expressões chulas e/ou ofensivas será sumariamente DELETADO.

• Os comentários aqui exibidos não necessariamente refletem as opiniões do Blog.