0

O Ministério da Mentira

AuthorAutor: Valton Miranda    CategoryMarcadores: , ,


O pensamento crítico sobre a política mundial sabe que a mania norte-americana de policiar o mundo (atualmente o alvo é a bomba atômica do Irã) visa a alcançar objetivos geopolíticos, econômicos e militares dentro da sua estratégia global de dominação capitalista. Assim, política e polícia se aproximam ou afastam conforme a visão estratégica e tática adotada num certo momento histórico por um país ou alianças militares (OTAN). O Brasil como outros países da América Latina fugiu parcialmente do alinhamento imediato aos EUA, permitindo-se certa liberdade diplomática com maior aproximação política a nações como Cuba, Irã e Venezuela, que o cinismo da diplomacia norte-americana situa no chamado Eixo do Mal. Desse modo, Tio Sam e seus aliados corresponderiam ironicamente ao Eixo do Bem. É essa inversão de valores que o sistema comunicacional mundial monopolizado pelo capitalismo infiltrou na mentalidade coletiva do planeta. Isso tem desdobramentos socioculturais que atingem todas as esferas da vida humana, mas, principalmente, o corporativismo empresarial, a economia, a política e a mídia que proclamam enfaticamente a defesa da ética. O pensamento político dessa maneira coloca sua maior virtude ética, a justiça, de cabeça para baixo. Tal dispositivo leva a concluir que é a prática política que determina a natureza da ética, sendo esse conceito reduzido a mera propagada do sistema do Capital. Os pensadores que na filosofia e economia como na política tentaram dar suporte intelectual ao neoliberalismo, agora estão mudos, porque os acontecimentos históricos escancararam aos olhos do mundo a pobreza, a corrupção política e a degradação ambiental sem precedentes. O declínio da economia política capitalista foi claramente proclamado na última reunião em Davos, na Suíça, que retoricamente se manifestou por uma grande reforma do sistema. Atribuiu de modo infantil e quase grotesco os desarranjos da economia mundial à ganância dos banqueiros e jogatina dos investidores nas bolsas de valores. Orwell, em seu livro 1984, disse satiricamente que o Big Brother era a grande governança do mundo novo no qual a realização democrática integral, a felicidade, a paz e a justiça reinariam sob sua vigilância permanente. O Grande Irmão criou então o Ministério da Mentira que determinaria punições extremas para os mentirosos de toda espécie. A notável antecipação do escritor mostra bem o nariz de Pinóquio que a racionalidade comunicacional apresenta através de todas as suas formas midiáticas. Ora, se a práxis política deve fazer prevalecer a justiça através da norma jurídica ou quando necessário pela imposição policial para o bem da coletividade, decorre daí que a relação entre política e ética deve ser colocada de cabeça para cima, pois na presente situação estamos raciocinando quase sempre com a injustiça, ou seja, a mentira tomada como verdade. A farsa política da defesa dos direitos humanos, seja na Líbia ou na Síria, é a outra face do terror planetário.

Postar comentário

• Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

• Todo e qualquer tipo de comentário contendo ataques pessoais, expressões chulas e/ou ofensivas será sumariamente DELETADO.

• Os comentários aqui exibidos não necessariamente refletem as opiniões do Blog.